segunda-feira, 22 de novembro de 2010

Por que hoje é o dia de quem faz o som florescer...

Singela dedicatória a quem encanta almas 
Por Antonio Siqueira


Hoje é dia do musico, dia de quem canta lindo ou não, dia de quem toca com virtuosismo ou não. Hoje é dia de lembrar que a música é uma mistura interessante de silêncio e sons. De também lembrar que a musica apaixona, encanta, rejuvenesce, amadurece e cura; e que os músicos são instrumentos vivos desse milagre da existência humana.

Segundo a mitologia grega, os Titãs, que em literatura simbolizam a audácia orgulhosa e brutal, mas punida pela queda repentina, eram divindades primitivas que se empenharam em luta contra Zeus buscando a soberania do mundo, mas foram fulminados por ele e precipitados no Tártaro. Satisfeitos, os outros deuses pediram ao deus maior que criasse quem fosse capaz de cantar as suas vitórias, e este então se deitou durante nove noites consecutivas com Mnemosina, a deusa da memória, nascendo daí as nove Musas.
Delas, a da música era Euterpe, que fazia parte do cortejo de Apolo, o deus da música.

No princípio, a música foi apenas ritmo marcado por primitivos instrumentos de percussão, pois como os povos da antiguidade ignoravam os princípios da harmonia, só aos poucos foram acrescentando a ela fragmentos melódicos.
Na pré-história o homem descobriu os sons do ambiente que o cercava e aprendeu suas diferentes sonoridades: o rumor das ondas quebrando na praia, o ruído da tempestade se aproximando, a melodia do canto animais, e também se encantou com o seu próprio canto, percebendo assim o instrumento musical que é a voz.

Mas a música pré-histórica não é considerada como arte, e sim uma expansão impulsiva e instintiva do movimento sonoro, apenas um veículo expressivo de comunicação, sempre ligada às palavras, aos ritos e à dança.

Os primeiros dados documentados sobre composições musicais referem-se a dois hinos gregos dedicados ao deus Apolo, gravados trezentos anos antes de Cristo nas paredes da Casa do Tesouro de Delfos, além de alguns trechos musicais também gregos, gravados em mármore, e mais outros tantos egípcios, anotados em papiros. Nessa época, a música dos gregos baseava-se em leis da acústica e já possuía um sistema de notações e regras de estética.

A santa dos músicos - Santa Cecília viveu em Roma, no século III, e participava diariamente da missa celebrada pelo papa Urbano, nas catacumbas da via Ápia. Ela decidiu viver casta, mas seu pai obrigou-a a casar com Valeriano. Ela contou ao seu marido sua condição de virgem consagrada a Deus e conseguiu convence-lo. Segundo a tradição, Cecília teria cantado para ele a beleza da castidade e ele acabou decidindo respeitar o voto da esposa.

Além disso, Valeriano converteu-se ao catolicismo. Mito grego - Na época dos gregos, dizia-se que depois da morte dos Titãs, filhos de Urano, os deuses do Olimpo pediram que Zeus criasse divindades capazes de cantar as vitórias dos deuses do Olimpo. Então, Zeus se deitou com Mnemosina, a deusa da memória, durante nove noites consecutivas. Nasceram dessas noites as nove Musas. Dessas nove, a musa da música era Euterpe, que fazia parte do cortejo de Apolo, deus da Música.


E o que seria da música se não fossem os músicos, os profissionais que cantam, tocam, compõem e enchem a vida de recordações? O Arte Vital homenageia aqueles que são a razão da existência desse blog. Som, Amor, Poesia e Barro na Boneca.


Ilustração: Concedida por Celso Lins







Shirle de Moraes, Mariana Baltar, Marina Machado e Milton Nascimento 




Revista VendaMais Banner Amarelo 480 x 60


--------------------------------------------------------

7 comentários:

Celso Lins disse...

Ficou massa pura o post, hehehe...a sugestão via TT foi legal. E ficou ótima a imagem, eu tenho isso arquivado um tempão, pena que não tenho os créditos de quem bolou esse banner. Obrigado pela homenagem e saiba que você se homenageou da mesma forma, pois és muito bom musico, meu amigo.

baroni disse...

Parabéns aos amigos musicos.

Dayana disse...

Delicado demais da sua parte, essa homenagem meu grandioso Antonio Siqueira! Compositor de ocasião, mas que quando desabrocha suas canções, é de uma beleza infinita. Obrigada por mim e por todos que, como você mesmo diz, "fazem o som florescer do silêncio".
Danke, mein Freund.

Dayana

Silvia disse...

Post massa!
Parabéns pra vocês músicos...
Continuem embalando o mundo...não há nada que não melhore com uma boa música!
Big kisses!

Magda Camila disse...

Viva a musica! Vivam vocês!

um Q a mais disse...

Não sei que seria de nós sem eles!!
Otima escolha da musica!!

rodrigo disse...

Belissimo!

Postar um comentário

Diga-me algo