sábado, 13 de setembro de 2014

A Bossa Nova tipo exportação de Bebel Gilberto

Por Antonio Siqueira



¨Tudo" de Bebel: Made in Brazil
Sofisticado mas ao mesmo tempo fácil, o novo disco de Bebel Gilberto, "Tudo", chega depois de cinco anos sem novidades na carreira da cantora. O repertório traz 12 belas faixas, cantadas ora em português, ora em inglês. E ainda há uma canção em francês, "Tout Est Bleu".

O disco abre com a bela "Somewhere Else", e nela Bebel passa do português ao inglês de uma forma tão suave que quase não dá para perceber. É como se sua voz fosse mais um elemento, junto aos outros instrumentos, a criar um clima intimista.

"Nada Não", que vem logo em seguida, é mais lenta, do tipo que faz pensar numa tarde de domingo preguiçosa. "Tom de Voz" é um sambinha com participação de Seu Jorge, criando um dueto interessante, focado no contraste das duas vozes.

Além das canções autorais e das coescritas com o guitarrista Cesar Mendez, o disco traz uma música de Luiz Bonfá e outra de Pedro Baby. E ainda algumas versões: "Vivo Sonhando", de Tom Jobim, e "Harvest Moon", de Neil Young. Duas ótimas versões, vale dizer.

Variado, "Tudo" traz pouco mais de 45 minutos de músicas bonitas e suaves, mas com diversas nuances. Há muita percussão (berimbau, chocalho) e letras que misturam alegrias e dissabores. A produção é de Mario Caldato Jr. e de Liminha. Além de Cesar Mendez, o disco ainda tem Masa Shimizu (guitarra), Didi Gutman (teclado), Kassim (baixo, guitarra), Miguel Atwood-Ferguson (arranjos) e Mauro Refosco (bateria, percussão).

Filha de João Gilberto e da cantora Miúcha, Bebel nunca se desprenderá de sua genealogia - e nem deve, afinal são suas raízes. Talvez a Bossa Nova seja indissociável de Bebel Gilberto. O que não a impede de misturar ao estilo diversas outras coisas. O fato é que "Tudo" encanta logo de cara. Quanto mais você ouve, mais detalhes interessantes descobre.

Em seu quinto disco, Bebel não precisa se preocupar com o que vão dizer, não é mesmo? É Bossa Nova para gringo? É sim. Afinal não são só os brasileiros que consomem música de fora.




   Bebel Gilberto - Saudade Vem Correndo

   








3 comentários:

Anônimo disse...

Este disco está excelente.

Marcelo

Anônimo disse...

O que ela tem de chata, tem de filha de João Gilberto.

luciene disse...

Adoro ler o que Antônio escreve...é automático ir conferir a obra..grande abraço amigão!!!

Postar um comentário

Diga-me algo