quarta-feira, 5 de junho de 2013

Nota Triste


A arte cada vez mais só
Por Antonio Siqueira



Se existe alguém insubstituível, este alguém é Scarlet Moon de Chevalier; sem igual. Scarlet tocou fundo na cena cultural carioca, revolucionou o jornalismo cultural e era uma excelente atriz. Os módulos de entrevistas de Scarlet são copiados até hoje e fizeram escola.

     Ao longo da carreira, Scarlet Moon trabalhou na TV e em jornais do Rio, além de lançar os livros “Dr. Roni e Mr. Quito” (biografia do irmão falecido, Ronald de Chevalier, personagem popular da cena carioca) e “Areias escaldantes”. Desde 1996 assinava a coluna "Abalo", do caderno Zona Sul do GLOBO.

      Para quem não sabe, os excelentes shows gratuitos que surgiram no Arpoador e logo se espalharam pelas praças das Zonas Sul e Norte da cidade foi uma iniciativa de grupos de notáveis que tinham em Scarlet uma liderança firme. Essa iniciativa contribuiu e muito para o surgimento, também, das Lonas Culturais na cidade. Fará uma falta enorme, uma lacuna eterna.  Que descanse em paz a melhor amiga da cidade.








A homenagem mais bacana de Lulu para Scarlet





2 comentários:

Anônimo disse...

PERDA IRREPARÁVEL! LINDA E TALENTOSA!

Dra Márcia Cristina disse...

Belíssima!!
Infelizmente,"seres à frente do seu tempo" estão voltando para os "seus lares"...Mas deixam uma semente aqui, para que nós levemos adiante o seu " belo legado" ...
Beijo no coração


Postar um comentário

Diga-me algo