terça-feira, 7 de fevereiro de 2012

Um poema ainda existe


l'amour est nécessaire (A procura de uma vida)
Por Antonio Siqueira


Mãos dadas - Acrílico sobre tela  - Luiz Dias























Amar é necessário
Sonhar é navegar no desnecessário
Porém...humano e solitário
Flores e chocolates imaginários
A arte é solitária
Como as canções que faço e nunca canto
O canto íntimo
O poeta e a poesia
se casam à luz do dia
Como o mar encanta as montanhas
E o céu renova a sua fé

Amar é encantar a alma e o mundo
A mulher de uma vida inteira
A procura de uma vida inteira
Solidão derradeira
Suprêma referência das tempestades
A transparência pragmática
Viver a verdade
A realidade
E correr de peito e alma nus
Sabendo que o sol lhe espera
Bem no fim daquela ponte.

Amar é necessário
Como o infinito independe daquele passado que ceifou o dia
E é, assim, intransponível entropia,
Coisa que ninguém separa,
coisa que ninguém sacia


Imagem: Luiz Dias

2 comentários:

Márcia Cristina disse...

"Amar é encantar a alma e o mundo
A mulher de uma vida inteira
A procura de uma vida inteira...
Amar é necessário..."

O que dizer?(Palavras me faltam...)

Belíssimo...Toninho!!

Anônimo disse...

Amar é belo demais!

CS

Postar um comentário

Diga-me algo