terça-feira, 31 de janeiro de 2012

Meu nome é Pablo

A filosofia do visual   
Por Antonio Siqueira




amanhecer deserto_@image_pablo_hero_photografy












     



     


      A arte é manifestação humama e vem do berço que nos embala o sono e estimula a vontade de caminhar pelo mundo e conquistar cada pedacinho deste mesmo mundo que nos abriga, sustenta e, também,  maltrata à medida que o maltratamos; isso é bem verdade. No que diz respeito aos olhos de quem vê e tem a sensibilidade de enxergar um pouco mais além, pode ser translucida e de beleza inigualável. Fotografar é conseguir captar o que existe atrás do que se vê com os olhos...é ver através de uma parede invisível. A fotografia ganhou mais um nome e seu nome é Pablo.

      Vi Pablo crescer e, desde criança, demonstrar o seu diferencial dos meninos de sua infância irriquieta e criativa. Pablo é filho de José de Arimatéia, grande amigo de longuíssima data e pintor de telas belíssimas num passado não tão distante. Foi com Ari que aprendi a ouvir um bom Jazz, a sorver um bom vinho e a amar seus filhos, além de outras coisas que contribuem bastante para que a vida não passe em vão.

      Não sei quando o jovem Pablo (que deve estar com pouco mais 20 anos) começou a fotografar o mundo, mas esta foto que ilustra esta atualização do Arte Vital, me tocou fundo não só pela beleza visual e seus efeitos que beiram a perfeição; este local retratado pelas lentes deste jovem talento é exatamente o local em que nasci e foi; por ele registrado com imensa sensibilidade  e genial acuidade de sentidos, da janela do sobrado onde mora no bairro de Campo Grande RJ. Um amanhecer deserto e infinitamente surreal. Não sabia que havia tanta beleza na Avenida Cesário de Melo. Aliás, só os grandes gênios nos oferecem este privilégio de redescobrir o que, muitas vezes, a nossa alma oculta. O mundo é seu, meu jovem Pablo... Obrigado por este presente.


* "Fotografar, é colocar na mesma linha de mira, a cabeça, o olho e o coraçao."  (Henri Cartier-Bresson, 1994)



** Pablo expôe seus trabalhos no Facebook sob a alcunha de Hero Photograph








7 comentários:

Anônimo disse...

Maravilhosa foto!

Luana

mariza disse...

um verdadeiro escândalo! uma beleza que, você disse com muita propriedade, beira a perfeição.

Nálu Nogueira disse...

Foto linda, texto ainda mais! Emocionou este coração aqui... Bjokas!

Anônimo disse...

Eu fico pensando que já vi de tudo que é lindo e me surge esta foto de um lugar que sempre me passou em branco, a não ser pelo fato da família Siqueira; uma das famílias mais bacanas e queridas de Campo Grande morar ali. Simplesmente fascinante! Valeu Pablo ou Hero Photografy, como queira.

Eloy

Márcia Cristina disse...

Concordo com a Nalú...
Arrepiou a alma e tocou fundo no coração aqui tb...
Parabéns ao fotógrafo...conterrâneo de bairro...
E a vc Toninho...
Beijão

Anônimo disse...

"...só os grandes gênios nos oferecem este privilégio de redescobrir o que, muitas vezes, a nossa alma oculta."
Esse menino, além de ser ótimo, ganhou de presente um cronista com a sua qualidade e expressão para apresenta-lo. Perfeição mesmo!

Martha Sandroni - SP

Dayana disse...

Passei momentos muito bacanas neste lugar. agora vendo assim...Meu Deus!

Postar um comentário

Diga-me algo