segunda-feira, 24 de janeiro de 2011

O imprevisível Hendrix


JIMI HENDRIX, UNPREDICTABLE
Por Antonio Siqueira





O guitarrista, cantor e compositor, Johny Allen Hendrix nasceu em Seattle, Washington, depois de ter o nome mudado por seu pai para James Marshall Hendrix, pouco depois que sua mãe o abandonou e morreu.

Al, seu pai lhe deu uma guitarra pequena quando ele tinha cinco anos, ao notar o amor de seu filho pela música. Aprendeu a tocar guitarra com quatorze anos de idade, compunha desde que ainda não sabia ler e escrever, decorando tudo. Hendrix foi capaz de pegar uma seqüência de uma guitarra acústica, que o inspirou e tocar como Muddy Waters e Lightnin'Hopkns. Ele aprendeu a tocar de ouvido e de ouvir e praticar horas intermináveis de Chuck Berry.

Depois de um curto período no serviço militar, foi dispensado por ser um soldado não combatente, porque tinha adquirido uma lesão na perna devido a um salto de para-quedas, mas tudo o que ele queria fazer era tocar guitarra.


Ao deixar o Exército, ele se mudou para Nashville, onde tentou fixar uma banda que pudesse acompanhar seu estilo, só passou a tocar em clubes negros, mas aspirava por algo mais. Mudando-se para Nova York, Greenwich Village, foi descoberto por um produtor que, eventualmente, o assistiu e o convidou para tocar em Londres.
Em 1967, uma vez lá,  regravou "Hey Joe", que logo foi sucesso. Lançou outras duas canções que havia escrito e que também foram ‘número um’ em vendas. Hendrix é considerado o pai do blues/rock.

Após sua volta aos Estados Unidos em 1969, Hendrix encara o Festival de Woodstock. Sua performance tocando o hino americano, com aqueles barulhos de explosões e bombas, se tornou um clássico. Depois do protesto, ele ainda fez um culto às drogas, um símbolo de Woodstock e da cultura hippie. A apresentação de encerramento de Hendrix, diante de um público estimado de apenas 40 mil pessoas que permaneceram até a manhã de segunda-feira, se tornou um dos momentos icônicos do festival, mas o co-fundador de Woodstock, Michael Lang, tentou ao máximo colocar o guitarrista diante de um público maior. O empresário de Hendrix, insistiu até o fim que ele deveria fechar Woodstock. Jimi Hendrix, também cantou "The Star-Spangled Banner", esta canção foi símbolo da grande resistência contra a Guerra do Vietnã que já tinha matado jovens americanos demais.

 De volta a Londres aos 27 anos, Hendrix foi encontrado morto em seu apartamento no hotel depois de uma pílula para dormir. Aparentemente foi uma overdose de álcool e barbitúricos e dada a vontade de viver e a felicidade do grande momento que atravessava, descartou-se a hipótese de suicídio.

Jimi Hendrix era o neto de um índio Cherokee . Além de roupas extravagantes, ele se distinguia por seus longos cabelos crespos. Era particularmente notável como cada percepção acústica, como o som de uma maçaneta da porta ou passagem do automóvel, se transformado em percepção óptica. Seu feedback  _ solos pesados e melodias alucinógenas _ que ajudou a definir a década psicodélica de 1960, foram eternizados. Hendrix cresceu e se tornou uma lenda da guitarra, do rock’n blues. A guitarra como parte de seu corpo, num passeio elegante entre as cordas. Dispensava as famingeradas paletas, solava sua guitarra nas costas e tocava com a boca, usando a língua em suas performances quase que surreais.

Um amigo disse: “Se eu tivesse que escolher ser outra pessoa, um músico, talvez, seria provavelmente Jimi Hendrix. Ele cruzou a divisão racial, atraiu fãs de todo o mundo. Inesquecível. A assinatura mais fiel em um estilo diferente de qualquer outra coisa na época. "

Há 40 anos, eternizou sua obra com uma morte precoce. Jimi Hendrix, a perfeição na mistura eclética entre o blues, o rock e o jazz, que construíram um estilo inigualável. Hedrix is Hendrix ... is anyone else.




English Version: 


The guitarist, singer and composer, was born Johnny Allen Hendrix in Seattle, Washington, after the name changed by his father to James Marshall Hendrix, shortly after his mother abandoned him and he died. 


Al, his father gave him a small guitar when he was five years, noting his son's love for music. He learned to play guitar with the age of fourteen, composed from still could not read and write, memorizing everything. Hendrix was able to grab a string acoustic guitar, which inspired him and play like Muddy Waters and Lightnin'Hopkns. He learned to play by ear and listen to endless hours of practice and Chuck Berry. 


After a short stint in the military, was fired for being a non-combatant soldier, because he had acquired a leg injury due to a jump with a parachute, but all he wanted to do was play guitar. 




On leaving the Army, he moved to Nashville, where he tried to secure a band that could follow his style, just started playing black clubs, but yearned for something more. Moving to New York, Greenwich Village, was discovered by a producer who eventually assisted him and invited him to play in London. 
In 1967, once there, re-recorded "Hey Joe", which was soon successful. Released two other songs he had written and which were also 'number one' in sales. Hendrix is considered the father of the blues / rock. 


After his return to the United States in 1969, Hendrix sees the Woodstock Festival. His performance playing the national anthem with those noises of explosions and bombs, became a classic. Following the protest, he still made a cult of drugs, a symbol of Woodstock and the hippie culture. The closing presentation of Hendrix, before an estimated audience of just 40 000 people who stayed until the morning of Monday, became one of the iconic moments of the festival, but the co-founder of Woodstock, Michael Lang, the most tried guitarist put before a larger audience. Hendrix's manager, insisted to the end that he should close Woodstock. Jimi Hendrix, also sang "The Star-Spangled Banner", this song was great symbol of resistance against the Vietnam War that had already killed too many young Americans. 


 Back in London at age 27, Hendrix was found dead in his hotel room after a sleeping pill. Apparently it was an overdose of alcohol and barbiturates, and given the will to live and happiness of the great time we crossed, ruled out the hypothesis of suicide. 


Jimi Hendrix was the grandson of a Cherokee Indian. Besides fancy clothes, he distinguished himself for his long curly hair. It was particularly remarkable how every acoustic perception, such as the sound of a door knob or move the car, turned into optical perceptions. Your feedback and heavy soils _ _ hallucinatory tunes that helped define the psychedelic decade of 1960, were eternal. Hendrix grew up to become a guitar legend, the rock and blues. The guitar as part of his body, an elegant walk between the ropes. Relieve the famingeradas palettes, solava his guitar behind his back and played with the mouth, using language in their performances almost surreal. 


A friend said: "If I had to pick somebody else, a musician, perhaps, would be Jimi Hendrix. He crossed the racial divide, has attracted fans from around the world. Unforgettable. The signing more faithful in a different style from anything else at the time. " 


For 40 years, immortalized his work with an early death. Jimi Hendrix, perfection in the eclectic mix of blues, rock and jazz, who built a unique style. Hedrix Hendrix is ... is anyone else. 




*Colaborou: Sandra Britto


Publicado originalmente em 09/09/2009 no Jornal Atitude




Jimi Hendrix - Hey Joe







Revista VendaMais Banner Verde 480 x 60

---------------------------------------------------------------------

15 comentários:

Anônimo disse...

Uma aula de Hendrix da melhor qualidade, mestre! Abçs Marcelo Piragy

rodrigo disse...

La música de Hendrix es el más puro rock y blues de América del Norte. La escuela hizo la guitarra, y su voz es notable. Muy buena aproximación biográfica. Felicitaciones!

Antonio Siqueira disse...

Saudades de ti, Chileno! :-))

Celso Lins disse...

Olha o Cabañas south radio aí? Ele aprecia um bom rock! Hendrix é, sem sombra de dúvidas, o pai da guitarra moderna.

Silvia disse...

O Hendrix é fodástico demais!!
Ótimo texto pra variar!

Antonio Siqueira disse...

Silvia e Celso!
É sempre bom demais te-los aqui!

Anônimo disse...

O Rappa não precisava acabar com Hey Joe, não é mesmo? Grande Antonio!

Abraços

Eloy

Antonio Siqueira disse...

Não precisava mesmo, meu caro Eloy!
Inclusive, acho que "versões" deveriam ser proibidas.

Abraços pra ti tb.

Anônimo disse...

Que matéria legal, Antonio. Seu blog é muito bom!
Blues Rock era ele!
Beijos
Cris

Anônimo disse...

Hendrix is magic guitar!!!

Luizinho

Anônimo disse...

Hey Joe, hey Antony...muito bom! Encontrei seu novo espaço, que bom!

Nana

Dayana disse...

Além de ser o bruxo da guitarra, o unpredictable da historia toda, esse cara tinha olhos de criança.

baroni disse...

Deu vontade de promover uma festa regada a Jimmi Hendrix.

Rodrigo

Magda Camila disse...

I Love You, "Hey Joe"! hihihihi

Anônimo disse...

eu não morri,sou hendrix ,aqui,seatle

Postar um comentário

Diga-me algo